Jussara Santos escreve contos e agora os reparte com seus leitores. Nessa escrita, como a personagem do conto “Das duas palavras ditas ao Coronel”, a autora busca as palavras certas e nos envolve em sua busca. Busca-as nas vísceras de animais mortos e nas vísceras da sociedade, morta-viva, a expelir moradores; busca-as no dourado do dia, marcado pelo pêssego/amor sumarento ou nos fios de cabelos trançados com a história de gerações várias, unindo búzios e microchips. Nessa busca, percorre caminhos vários. De um lado, o voo suicida do Sr. Smith faz-se metonímia da morte social trazida no bojo da discriminação, enquanto as botas dos caçadores de crianças de pés descalços concretizam o poder/poderes em sua dimensão de sete léguas. De outro lado, a força do caroço de pêssego cuspido ou as arranhaduras das unhas vermelhas nas costas nuas exibem a força da vida no amor visceral. A palavra dos vivos unida à dos mortos ou o silêncio coletivo dos meninos perseguidos indiciam a possibilidade da resistência. Mas não há dicotomias: lixo e flores, suor e lágrima, deslizam nos textos escondendo a palavra buscada, marcada pelo vômito/poesia.

O leitor, percorrendo essas trilhas, surpreende-se com as histórias curtas e fortes, a deflagrar pensamento e reflexões. É que os contos são como as vísceras que que se davam a ler nos rituais de magia e adivinhação, mas, mais ainda que o futuro, ali se vê o outro, com seus cheiros e cores, a desafiar ou a “desafinar o coro dos contentes”.

 

Ivete Lara Camargos Walty

Livro De Flores Artificiais

REF: 364115376135191
R$9.999Preço
  • **O valor se refere somente ao preço do produto. O valor do frete será adicionado posteriormente**

Copyright © 2017 | Todos os direitos reservados | Jussara Santos