• Jussara Santos

sem título

O que escreves

todos os dias em teu caderno

quais são teus segredos

teus guardados

seja lá o que for que escondas

mantenhas mesmo sempre a sete chaves

e se essas não te forem suficientes

guardes a quatorze, vinte e oito

ou vinte e um

e não te percas em devaneio

adubando jardim alheio.

10 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

CRUEL

meu amor quando me quer me elogia busca-me no inferno se preciso for encontrando-me, vou falsamente romântica em fins de século XX. Meu amor ainda acredita em amor.

Copyright © 2017 | Todos os direitos reservados | Jussara Santos